BrasilDestaqueManchetes

Jornal Ver 7 – Receita Federal participa de investigação contra lavagem de dinheiro decorrente do tráfico internacional de entorpecentes

Operação Status é direcionada ao estado de Mato Grosso do Sul, mas envolve ainda municípios do Mato Grosso, São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro

A Receita Federal, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram, nesta sexta-feira (11/9), a Operação Status, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa suspeita de praticar crimes de lavagem de dinheiro e tráfico internacional de entorpecentes no estado do Mato Grosso do Sul – região de fronteira entre o Brasil e o Paraguai.

As investigações detectaram uma organização criminosa altamente especializada nestes dois crimes e verificaram que a família que liderava a organização usufruía de uma vida de luxo, ostentando veículos, lanchas, motos aquáticas, fazendas no Mato Grosso, e até de um “resort” particular, situado às margens de um famoso lago situado no município de Chapada dos Guimarães (MT).

Por meio de sua unidade de inteligência fiscal, a Receita Federal produziu relatórios apontando inconsistências fiscais dos investigados, bem como a propriedade de bens móveis e imóveis registrados em nome dos investigados e de interpostas pessoas, conhecidas como “laranjas” ou “testas de ferro”.

A 5ª Vara Federal de Campo Grande (MS) decretou a prisão preventiva de oito investigados e a busca e apreensão de bens e direitos em 48 endereços, cujos mandados estão sendo cumpridos nos municípios de Campo Grande (MS), Ponta Porã (MS), Cuiabá (MT), Barra do Garças (MT), Primavera do Leste (MT), Chapada dos Guimarães (MT), Santana de Parnaíba (SP), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Londrina (PR) e Rio de Janeiro (RJ).

Pela Receita Federal, participam do cumprimento das medidas cautelares três auditores fiscais e nove analistas tributários. O delegado-adjunto da Receita Federal em Campo Grande (MS) concedeu entrevista coletiva sobre a operação, no auditório da Superintendência da Polícia Federal. Mais informações pelos telefones (67) 3318-7205/7506.

Mostre mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo