BrasilDestaqueManchetes

Jornal Ver 7 – Operação no Piauí investiga falsificação de documentos de identidade

Quadrilha buscava fraudar benefícios previdenciários

A Força Tarefa Previdenciária e Trabalhista do Ministério da Economia deflagrou, na manhã desta sexta-feira (11), a operação Livre Acesso, com o objetivo de identificar membros de um grupo criminoso que desviava cédulas de identidade (RGs) em branco do Instituto de Identificação do Estado do Piauí. Esse material era utilizado para abrir contas na Caixa Econômica Federal com a finalidade de fraudar benefícios previdenciários. Durante a ação, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em endereços dos investigados no município de Teresina (PI), todos expedidos pelo Juízo da 1ª Vara Federal de Teresina.

A investigação teve início a partir da apreensão de centenas de cédulas de identidade em branco e de milhares falsificadas, coletados durante a deflagração da Operação Grande Família, em 15 de maio de 2019. Hoje foi realizada a terceira fase da operação de maio.

A ação contou com a participação de 27 policiais federais e o nome escolhido decorre do fato de que dois investigados são ex-funcionários do Instituto de Identificação do Estado do Piauí. Eles tinham livre acesso ao Posto de Atendimento para desviar as cédulas de identidade em branco, até mesmo durante a noite e em finais de semana.

Mostre mais

# EBC

EBC

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo