Jornal Ver 7 – Ministério da Economia passa a contar com representação nos Estados Unidos

Escritório será montado junto à Embaixada do Brasil em Washington, capital do país, e tem objetivo de promover oportunidades de negócios que gerem emprego e renda ao Brasil

O Ministério da Economia vai contar com um escritório de representação em Washington, capital dos Estados Unidos. A criação do órgão está regulamentada em um decreto assinado pelo Presidente Jair Bolsonaro e publicado na edição do Diário Oficial da União.

Segundo o Ministério da Economia, o escritório busca consolidar a imagem do país como ambiente seguro para se fazer negócios, com responsabilidade nas dimensões ambiental, social e de governança.

A representação vai funcionar junto à Embaixada do Brasil na capital americana e vai contar com um chefe e um assessor, indicados pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em acordo com o Ministério das Relações Exteriores, e designados em ato do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

A equipe será subordinada administrativamente ao embaixador, de quem receberá instruções para a sua atuação e a quem deverá apresentar relatórios e prestar assistência e colaboração. Os integrantes do escritório vão responder tecnicamente ao Ministério da Economia e terão como função divulgar as principais reformas econômicas implementadas no Brasil que trazem mais segurança para os investidores.

Em total alinhamento com o Ministério das Relações Exteriores, o escritório também vai promover oportunidades de negócios que gerem emprego e renda ao Brasil, além de identificar as barreiras aos investimentos estrangeiros e demonstrar a estabilidade e solidez macroeconômica do país.

Confira o Decreto Nº 10.948 completo aqui.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo