BrasilDestaqueGoiâniaGoiásManchetesSaúde

Jornal Ver 7 – 39 voos trouxeram 240 milhões de máscaras da China para combate à Covid-19

O governo federal concluiu operação que trouxe da China 240 milhões de máscaras cirúrgicas e N95 para auxiliar no combate à Covid-19. Foram necessários 39 voos para transportar os insumos que estão sendo distribuídos aos estados para os profissionais de saúde.

O último veio de Guangzhou, na China e aterrizou no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na noite desse domingo (19). A operação durou três meses, custou cerca de R$80 milhões e foi realizada pela empresa aérea Latam. Cinco Boeings se revesaram na operação.

O ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes, comentou o trabalho. O Secretário Nacional de Transportes Terrestres, Marcello da Costa, lembrou que a operação foi complexa, porque havia inclusive o medo de que algum país retivesse a mercadoria.

Em abril, um mês antes da chegada da primeira carga de máscaras adquiridas pelo governo federal, 600 respiradores artificiais comprados da China pelo consórcio de estados do Nordeste foram retidos no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos.

Marcello da Costa deu detalhes da logística montada pelo Ministério da Infraestrutura. As aeronaves com os insumos comprados pelo brasil fizeram escalas em cidades como, as chinesas Xangai, Guangzhou, Xiamen, Amsterdã, na Holanda, Auckland, na Nova Zelândia, Santiago, no Chile. Todo o material importado chegou ao Brasil por São Paulo.

Em maio, o Conselho Federal de Medicina identificou que a falta de máscaras N95 está entre as principais falhas identificadas pelos profissionais que atuam em unidades de saúde prestando assistência a casos confirmados e suspeitos de Covid-19.

Mostre mais

# EBC

EBC

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo