BrasilDestaqueManchetesSaúde

Jornais de Goiânia – Hospital de campanha do Pacaembu encerra atividades; equipamentos serão doados a outras unidades

Nesta segunda-feira (29), o hospital de campanha do Pacaembu, na zona oeste da capital paulista, encerrou suas atividades.

Construído em abril para atender exclusivamente pacientes com Covid-19, o custo total de construção e manutenção foi de R$ 23 milhões e foi realizado por meio de um contrato de gestão com o Hospital Albert Einstein.

Mais de 1500 pacientes foram tratados na unidade de campanha nos quase três meses de funcionamento e houve registro de três óbitos no local. Os 200 leitos do hospital atendiam, em sua grande maioria, pacientes de baixa e média complexidade. Nos seus últimos dias, tinha apenas três pessoas internadas.

De acordo com a prefeitura de São Paulo, o equipamento do hospital de campanha será doado para três unidades da zona Leste, em Itaquera, São Miguel e Cidade Tiradentes, bairros com maior mortalidade pelo vírus, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde. Há inclusive movimentos sociais que pedem a criação de hospitais de campanha na região.

Boletim da prefeitura de São Paulo informa que o número de novos casos de Covid-19 aumentou 21,5% nos últimos sete dias. Por outro lado, o total de internações e de mortes diminuiu 6% e 5,8%, respectivamente. A cidade de São Paulo tem mais de 150 mil casos confirmados de Covid-19 e mais de 7 mil óbitos pela doença.

Mostre mais

# EBC

EBC

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo