DestaqueManchetesPolítica

Odebrecht – gigante em construção e corrupção

Como a maior empresa de construção da América Latina, a Odebrecht SA tornou-se um jogador importante no desenvolvimento do Brasil em casa e no exterior - até um enorme escândalo de corrupção conhecido como "Car Wash".

Jornal VER7: 17 dezembro 2017 – 16:05

Como a maior empresa de construção da América Latina, a Odebrecht SA tornou-se um jogador importante no desenvolvimento do Brasil em casa e no exterior – até um enorme escândalo de corrupção conhecido como “Car Wash”.

Na terça-feira, o ex-CEO Marcelo Odebrecht, 49, sai da prisão para terminar sua sentença de 10 anos sob prisão domiciliar.

Aqui estão os principais fatos sobre a empresa e seu ex-chefe desastrado.

– Uma empresa familiar –

Muitas vezes descrito como uma empresa de construção, a Odebrecht SA também é um dos principais players em engenharia, agricultura e produção petroquímica.

O gigante multinacional foi fundado em 1944, no Noroeste da Bahia, por Norberto Odebrecht, avô de Marcelo.

De acordo com os números da empresa para 2015, tinha 128 mil funcionários, com receita bruta de cerca de US $ 39 bilhões e atividades em 25 países.

Exportando para mais de 100 países, a Odebrecht SA está envolvida em uma série vertiginosa de empreendimentos, incluindo até uma fábrica de submarinos. Os trabalhos de construção de alto perfil incluem o famoso estádio Maracana do Rio de Janeiro, o porto Mariel em Cuba, o aeroporto Simon Bolivar na Venezuela e a rodovia Grand Parkway no Texas.

Os tempos mais magros chegaram na sequência do escândalo de corrupção, com funcionários reduzidos para cerca de 75.000-80.000.

– Departamento de subornos –

Sob Marcelo Odebrecht, a empresa ficou conhecida por outro grande projeto: a corrupção.

Funcionários brasileiros que executam o inquérito “Car Wash” descobriram que a Odebrecht era especialmente ativa em subornar políticos para ajudar a garantir contratos de construção inflacionados na Petrobras e em outros lugares.

Odebrecht também estava subornando políticos – às vezes diretamente nos bolsos, às vezes em seus fundos de emboscada da campanha do partido – para obter uma legislação favorável aprovada.

O suborno foi tão intenso que a Odebrecht SA tinha um departamento dedicado responsável.

Setenta e sete executivos, incluindo a Odebrecht, finalmente chegaram a um acordo de súplica, derramando os feijões sobre os políticos que levaram subornos. Sua sentença foi reduzida dos 19 anos originais e agora ele vai morar em sua luxuosa casa de São Paulo novamente.

– Precipitação internacional –

As sondas descobriram mais esquemas de suborno da Odebrecht SA em toda a América Latina, incluindo México, Panamá e Peru.

Em dezembro de 2016, o Departamento de Justiça dos EUA anunciou que a Odebrecht SA e sua joint venture petroquímica Braskem pagariam uma multa de US $ 3,5 bilhões – um recorde em casos de corrupção internacional – depois de admitir pagar US $ 788 milhões em subornos em 12 países.

Mas mesmo o principal juiz brasileiro que lidou com o escândalo, Sergio Moro, reconheceu as questões sensíveis em torno de sua batalha com um ícone nacional.

“É razoável estar pensando em sua sobrevivência, através de mecanismos de compensação, para preservar os empregos”, escreveu ele em sua decisão, ordenando a prisão da Odebrecht.

 

Tags: Política, Manchetes

Odebrecht – gigante em construção e corrupção
5 (100%) 1 vote
Tags

# Magda Barbosa

Magda Barbosa é jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *