DestaqueManchetesMundo

Jornal VER7 – Oposição do Zimbabué confirma desafio do tribunal aos resultados eleitorais

Apoiadores do movimento de oposição do Movimento para a Mudança Democrática (MDC) protestam em Harare contra alegada fraude da autoridade eleitoral e do partido no poder após o anúncio dos resultados em 1 de agosto de 2018

O partido de oposição do MDC do Zimbábue confirmou nesta quarta-feira que lançará um desafio legal à vitória estreita do presidente Emmerson Mnangagwa, que se diz ser devido a fraude.

“Esses resultados representam uma negação total da vontade do povo”, disse a repórteres o advogado do MDC, Thabani Mpofu. “Os resultados das eleições feitas pelo ZEC (Comissão Eleitoral do Zimbábue) serão desafiados.”

Mpofu se recusou a dar a data em que o caso legal será apresentado, o que deve atrasar a posse de Mnangagwa.

Sob a lei do Zimbabué, o prazo para apresentar o desafio é sexta-feira. O Tribunal Constitucional deve decidir sobre a petição no prazo de 14 dias.

“A evidência deriva dos números do ZEC que, em nossa opinião, grosseiramente matematicamente falham”, disse Mpofu.

“Temos o que exigimos para os propósitos não apenas de montar um desafio confiável e sustentável, mas que renderá férias de todo o processo anunciado pelo ZEC.

“Estamos convencidos de que uma vez que isso tenha sido colocado em um tribunal, haverá apenas um resultado”.

O quartel-general do MDC foi invadido por autoridades que Mpofu descreveu como “uma tentativa de destruir nossas evidências”, mas ele disse que seus dados estavam “seguros”.

Ele não deu detalhes sobre a evidência de suposta fraude, prometendo revelar “uma arma secreta” no tribunal.

Mnangagwa, ex-aliado do ex-presidente Robert Mugabe, reteve por pouco o poder no voto decisivo da semana passada, mas o MDC disse repetidamente que venceu de fato.

O presidente, o partido ZANU-PF e a comissão eleitoral rejeitaram acusações de fraude.

Jornal VER7 – Oposição do Zimbabué confirma desafio do tribunal aos resultados eleitorais
5 (100%) 1 vote
Tags

# Everton

Everton é jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *