Jornais de Goiás – Mercados da China recuam por alertas de risco ao crescimento

Os mercados acionários chineses fecharam em baixa nesta segunda-feira devido a preocupações com a desaceleração do crescimento doméstico e global, devolvendo ganhos anteriores obtidos com a maior força do empréstimo bancário e com o otimismo nas negociações comerciais entre China e Estados Unidos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,33 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,34 por cento.

O subíndice do setor financeiro ficou estável, o de consumo perdeu 0,5 por cento, e o imobiliário s caiu 0,9 por cento.

Os novos empréstimos bancários da China se recuperaram em março, subindo bem mais do que os analistas esperavam, com as autoridades pressionando credores a dar suporte a empresas menores e impulsionar o crescimento econômico.

Duas fontes a par das discussões sobre as negociações comerciais disseram à Reuters que Washington aliviou as exigências de que a China reduza os subsídios industriais como uma condição para um acordo comercial após forte resistência de Pequim.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,37 por cento, a 22.169 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,33 por cento, a 29.810 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,34 por cento, a 3.177 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,33 por cento, a 3.975 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,42 por cento, a 2.242 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,65 por cento, a 10.875 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,18 por cento, a 3.325 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 ficou estável, a 6.251 pontos.

Avalie esta postagem

# Reuters

Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo